O que fazer se o cliente diz: "preciso pensar e depois eu te ligo"?


10 Sep
10Sep

Quantas vezes um cliente diz não e não deixa claro o real motivo do não?

Tem alguns que dizem "preciso pensar", "preciso falar com meu marido", "Estou sem dinheiro e não é o momento certo". Tem até os que dizem “estou só dando uma voltinha”.



Todo e qualquer argumento do cliente pode ser verdade, claro. Mas sempre que um cliente disser "não" e falar qualquer que seja o motivo, desconfie. Inicialmente, não acredite.

Muitas vezes não contornamos uma objeção e perdemos uma venda pelo simples fato de não saber qual objeção realmente é.

Por isso e de uma vez por todas, precisamos colocar em nossa cultura o hábito de fazer perguntas e descobrir as reais necessidades dos clientes.

Nesses casos de “não, vou pensar” utilize perguntas investigativas. Se o seu cliente falou que precisa falar com a esposa antes de decidir, pergunte assim: 

- “Ok, mas vamos supor que sua esposa aprove a compra, existe outro motivo que impediria de comprar agora?”.

Se ele falar que não existe, peça pra tentar falar naquele momento com o decisor, e se não for possível, deixe um acordo de retorno agendado, sendo você o responsável pelo retorno.

- "Ok. Fazemos assim, amanhã, às 15h, te ligo."

Anote em sua agenda e ligue amanhã, às 15h em ponto. Lembre-se: a responsabilidade de vender é sua, e não do cliente em comprar. Pegue para você a responsabilidade do retorno, caso contrário, a probabilidade do cliente "sumir", não atender mais suas ligações ou não retornar é muito alta.

Faça perguntas investigativas e descubra o verdadeiro motivo do não.

Só é possível contornar uma objeção quando sabemos que ela existe. Quando descobrimos qual realmente é.

Faça perguntas, #SEMDESCULPAS e #VAMOSVENDER

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.