O "COMO" é mais importante do que "O QUE" você fala. Dicas de oratória.


26 Dec
26Dec


Olá, vou só fazer um textinho aqui rapidinho com umas técnicazinhas de vendas, ok? Vai demorar só um minutinho... :(

Conhece alguém assim, que de tão fofinho coloca tudo no diminutivo?

O diminutivo existe pra diminuir algo de tamanho. Ou seja, desvalorizar algo. Corte já de seus argumentos as palavras no diminutivo.

Quando estiver negociando com um cliente, assim como diminutivos, evite também gírias (já é, sinistro, tamo junto, xá comigo).

Evite cacoetes de linguagem (né, tá, tipo assim, no caso, ahan).

Evite também o que muitos chamam de "técniquês", que é utilizar palavras técnicas do seu segmento e que são básicas pra você que trabalha nele, mas não para o seu cliente.

Na corretagem de imóveis isso é clássico: pé direito, laudêmio, todas as siglas do mercado, ITBI, INCC, VGV, habite-se. 

O cliente fica perdido, com dúvidas, acaba perdendo a confiança no corretor e desiste.

Cuidado com palavras que desvalorizam seus argumentos e produtos, além das palavras não conhecidas pelo seu cliente. Na dúvida, explique sempre quando aparecer um termo técnico no meio do caminho.

#Semdesculpas e #vamosvender hein!

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.